Seja bem-vindo!

Coronel Fabriciano, 25 de maio de 2024

Siga nossas Redes Sociais

Mães que oram pelos filhos se reúnem para 10º edição do evento
12/04 Notícias da Igreja
Compartilhar

Neste fim de semana, milhares de mães se reúnem para rezar por seus filhos; Dom Wladimir, que acompanha o movimento desde o início, afirma que oração materna é sublime e poderosa

Kelen Galvan
Da redação, com Huanna Cruz

O 10º Encontro Nacional “Mães que Oram pelos Filhos” começou na manhã desta quinta-feira, 11, na sede da Canção Nova em Cachoeira Paulista (SP). Realizado anualmente desde 2014, a expectativa é receber, até domingo, 14, milhares de mães, também de outros países, que se unem para rezar por suas famílias.

O grupo “Mães que oram pelos filhos” começou em 30 de março de 2011, em Vitória (ES). Em dezembro de 2014, passou a ser um movimento reconhecido pela Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo. E, em 2019, o movimento foi reconhecido pela CNBB. [Conheça mais sobre a história]

“Mães clamando a Santíssima Trindade” foi o tema escolhido para a edição deste ano. A fundadora e coordenadora geral do movimento, Ângela Abdo Campos Ferreira, explica que, ao longo dos últimos cinco anos o movimento viveu o caminho de santidade, tendo como tema reconciliação, oração, Eucaristia, penitência e missão.

“Os anos de 2019 e 2020 foram dedicados ao Deus Pai com reconciliação e oração; os anos de 2021 e 2022 dedicados ao Deus Filho com Eucaristia e penitência; o ano de 2023 dedicado ao Espírito Santo com o tema missão. E o ano de 2024 é o recomeço desse ciclo, onde hoje temos maturidade para entender as três pessoas da Santíssima Trindade”, disse.

Ângela Abdo durante evento na Canção Nova em 2023 / Foto: Reprodução TVCN

Renovar a fé e resiliência

O encontro contará com a presença de vários bispos, entre eles, o Bispo da Diocese de Lorena (SP), Dom Joaquim Wladimir Lopes, que presidirá a Missa às 16h desta quinta-feira. Ele é próximo do movimento desde o início em 2011, na época bispo auxiliar do Espírito Santo e desde então tem dado seu apoio a essa iniciativa.

Para o bispo, ter um encontro com essa temática é de uma relevância profunda e multifacetada. Primeiramente, por dar esse espaço às mães, que, muitas vezes, enfrentam desafios únicos e preocupações intensas em relação aos filhos.

Ele destaca ainda algumas das razões pelas quais esse encontro anual é importante: pelo apoio emocional e fortalecimento espiritual das mães; por promover um vínculo de comunhão e a unidade entre elas; também pelo foco na espiritualidade familiar, pois, ao se unirem para rezar pelos filhos, as mães reafirmam a importância da fé na família; o encontro também oferece um espaço para as mães renovarem sua esperança e fortalecerem sua resiliência por meio da fé e da intercessão.

Bispo da diocese de Lorena, Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias/Foto: Wesley Almeida – Canção Nova

Oração materna é poderosa

Segundo Dom Wladimir, a oração materna é sublime e poderosa, e irradia uma importância transcendente em múltiplas dimensões.

“É um mergulho no sagrado, em que a mãe se envolve com Deus em prol de seus filhos. Ali, ela traduz em preces seu amor maternal. Como uma armadura invisível, suas súplicas envolvem e resguardam os filhos, erguendo-os contra os embates do mundo, instigando-os à prática do bem. A prática devota de rezar pelos filhos cimenta os laços familiares, erigindo um santuário de amor, zelo e apoio mútuo, onde a presença da mãe como intercessora é o alicerce da união”, enfatiza o bispo.

Nossa Senhora La Salette

A programação do acampamento conta com pregações, Santa Missa, terço mariano, momentos de oração e a procissão com a imagem de La Salette. “Nossa Senhora de La Salete é a padroeira do movimento. A mãe que chora como nós, pelos pecados e desobediência dos filhos”, explica Angela.

Nossa Senhora de La Salette apareceu, em 1846, para duas crianças, Mélanie Calvat e Maximin Giraud, nos Alpes franceses, com uma mensagem de Deus de exortação à conversão e à penitência.

“A comunhão entre Nossa Senhora de La Salette e o movimento ‘Mães que Oram pelos Filhos’ se revela na inspiração que as aparições marianas proporcionam à devoção e à vida espiritual dos fiéis. Nas mensagens, como as proferidas em La Salette, ecoa a essência da oração, da penitência e da confiança na providência de Deus— pilares fundamentais que sustentam o propósito das ‘Mães que Oram pelos Filhos’”, explica Dom Wladimir.

Por fim, o bispo deixa sua mensagem a todas as mães que, perseverantes, rezam por seus filhos: “Que todas as mães possam, como a perseverança de um rio que encontra seu caminho através das pedras, alcançar as graças de Deus sob o manto protetor de Nossa Senhora. Que suas preces, tecidas com fios de amor incondicional, se elevem como as mais belas canções ao coração de Deus, e que cada dia sejam renovadas pela chama da esperança e da fé, fortalecidas pela luz da Santíssima Trindade”, concluiu.

Canção Nova
Imagem capa: 10º Encontro Nacional Mães que Oram pelos Filhos acontece na Canção Nova / Foto: Thiago Coutinho