Seja bem-vindo!

Coronel Fabriciano, 02 de março de 2024

Siga nossas Redes Sociais

Papa Francisco nomeia novo bispo auxiliar para a arquidiocese de Brasília (DF)
26/01 Notícias da Igreja
Compartilhar

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira, 25 de janeiro, o padre Denilson Geraldo, da Sociedade do Apostolado Católico, mais conhecida como ‘padres e irmãos Palotinos’, como bispo auxiliar na arquidiocese de Brasília (DF). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou saudação ao novo bispo auxiliar de Brasília.

Biografia e trajetória eclesial

Padre Denilson Geraldo, nascido em Cornélio Procópio (PR), em 31 de maio de 1969, é membro da Sociedade do Apostolado Católico (padres e irmãos Palotinos) e foi ordenado presbítero em 1997.

Graduou-se em filosofia, pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, e em teologia pelo Studium Theologicum de Curitiba; concluiu o mestrado em Direito Canônico, pela faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo (2002), e o doutorado pela Pontifícia Universidade Lateranense de Roma (2009).

Atualmente, é professor titular na faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo, professor convidado no Instituto de Direito Canônico Santa Catarina e no Instituto de Direito Canônico de Londrina; diretor do instituto de pesquisa histórica San Vincenzo Pallotti de Roma e está concluindo o curso de jurisprudência no Tribunal da Rota Romana; é editor das revistas Scientia Canonica e Apostolato Universale.

Foi vigário e, depois, administrador na paróquia Santa Bibiana, em Martinópolis, diocese de Presidente Prudente (SP), de 1997 a 1999. Na arquidiocese de São Paulo, foi pároco da paróquia São João Batista do Carrão, de 1999 a 2007, vigário e administrador da paróquia Santo Antônio de Lisboa e capela Regina Mundi, de 2009 a 2016.

Foi juiz no Tribunal Eclesiástico de primeira instância, de 2009-2013, e membro do Conselho Geral da Sociedade do Apostolado Católico, de 2016 a 2022. Também foi membro do conselho da província São Paulo Apóstolo; professor na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) com diversas funções administrativas, professor na UNISAL (Salesianos) de São Paulo e na Faculdade São Bento (Mosteiro Beneditino) de São Paulo.

Saudação da CNBB ao monsenhor Denilson Geraldo

Prezado Monsenhor Denilson Geraldo,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebeu com alegria a notícia da sua nomeação para servir à Igreja na arquidiocese de Brasília (DF) como bispo auxiliar.

Desejamos um profícuo ministério e, ao saudá-lo, nestes dias em que celebramos São Francisco de Sales, recordamos um trecho da Carta Apostólica “Totum Amoris Est”, publicada recentemente pelo Papa Francisco por ocasião de IV centenário de sua morte:

“No coração e através do coração é que se realiza aquele sútil e intenso processo unitário em virtude do qual o homem reconhece a Deus e conjuntamente a si mesmo, a sua origem e profundidade, a sua realização na vocação ao amor. Descobre que a fé não é um movimento cego, mas primariamente uma atitude do coração”.

Na Carta Apostólica, o Santo Padre nos ensina que é tarefa essencial nesta nossa mudança de época: “ser uma Igreja não autorreferencial, liberta de toda a mundanidade mas capaz de habitar no seio do mundo, partilhar a vida das pessoas, caminhar juntos, escutar e acolher”.

Que o nosso Deus que nos amou tanto, nos faça entender, como São Francisco de Sales, que é “o amor que dá perfeição às nossas obras”.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Arcebispo de Cuiabá (MT)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

CNBB